Home  |  Inscrição Sócios  |  Apadrinhamentos  |  Inscrição Newsletter  |  Loja
ZURRA - Festa do Burro


 
ENTRADA LIVRE!

 
 

- PIQUENIQUE, dia 15 de Junho
Traga a sua especialidade para compartilhar com todos os participantes!

- OFICINA ORELHAS DE BURRO

A AEPGA e o Dia Internacional do Burro

Há mais de uma década que a Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino (AEPGA) trabalha no sentido de conservar o Burro de Miranda - única raça autóctone portuguesa desta espécie, particularmente ameaçada de extinção – e de dignificar todos os burros do país, dando a conhecer o seu carácter dócil, a cultura que lhe está associada e os vários papéis que tão bem sabe representar – de professor, guia, terapeuta e, sobretudo, de amigo. 

Daí termos desafiado tudo e todos a celebrar o Dia Internacional do Burro connosco: para relembrar o seu valor inestimável, não só aqui na Europa, onde essas novas facetas têm vindo a ser descobertas, mas também nos países em desenvolvimento, onde os burros são os principais companheiros de trabalho de milhões de famílias desfavorecidas que, no entanto, raramente têm o conhecimento ou os recursos para lhes garantirem uma vida com saúde e bem-estar.

Ilustra as tuas orelhas de burro e exibe-as com orgulho
  –  e não com vergonha, como aconteceu ao longo de séculos! Ao participares nesta acção, estarás a passar a mensagem de que o burro é um companheiro precioso que merece ter uma vida com qualidade, saúde e felicidade, e de que o Burro de Miranda, em particular, precisa de protecção.

Para te inspirares e ficares ainda com mais vontade de fazer parte da comunidade burriqueira, vê as fotografias orelhudas que já partilharam connosco em www.diadoburro.pt e www.facebook.com/diadoburro
 
Junta-te a nós!
Faz já o download das orelhas de burro em www.diadoburro.pt


- AULA DO BURRO

O gado asinino sempre teve uma presença importante nas actividades do meio rural na região de Trás-os-Montes, pela utilização destes animais em diversos trabalhos agrícolas ou, muitas vezes, predominantemente associados a determinadas tarefas, actividades ou ofícios. Nos últimos anos, tanto em Trás-os-Montes como no resto do país, o número de burros tem vindo a diminuir de tal forma que, frequentemente, se ouve falar no seu desaparecimento ou extinção.
A Aula do Burro pretende proporcionar a aproximação e o conhecimento da raça asinina de Miranda (actualmente, ameaçada de extinção), através da realização de actividades lúdico-didácticas. O principal objectivo destas actividades não é mais do que dar a conhecer a raça asinina de Miranda – Burro de Miranda, o seu ciclo de vida, cuidados, características e usos, assim como promover e divulgar os valores culturais e naturais do Planalto Mirandês.
Esta será uma aula singular, pois não é todos os dias que podemos aprender mais sobre o ciclo de vida do Burro de Miranda.

Conhecer para defender!
 

- “ARRE: PEÇA PARA DOIS BURROS E DOIS ACTORES”

ARRE: Peça para dois burros e dois actores é uma exploração teatral de pendor cómico que cruza, num impactante espectáculo de rua, três pontos de partida: o Burro de Miranda, a linguagem teatral do Bufão e um imaginário inspirado na obra D. Quixote de la Mancha. A resistência à ordem é o ponto unificador desta tríade.
 
ARRE é ainda o coice da cultura folclórica portuguesa na modernidade economicista, congregando as forças do interior e do litoral, do passado e do presente, do homem e do animal. Na linha da tradição satírica nacional, mistura o literário com o vernáculo, a rima com a prosa, o sublime com o abjecto. É um espectáculo de insubordinação cultural revestida de comédia, o que o torna próprio para a emancipação dos públicos de todas as idades e quadrantes sociais.
Fiéis admiradores de duas conhecidas individualidades asininas da cultura Mirandesa vêm ao burgo apresentar os seus ídolos e contar a sua história. Levados pelo entusiasmo, acabam por deixar-se levar pela narração, reacendendo o espírito de insurreição que os burros outrora nos ensinaram. Começam então uma luta pela sua liberdade e diferença com a única arma que lhes resta.
 
____________________________________________________________________________________________